Estrelas

Brilhamos que nem estrelas
Amigos amantes
Amantes do céu, do que há de bom
Bom de viver, sonhar
Sonho acordado
Do futuro presente
Presente de amor
Carinho puro que vem de ti
Feliz? Sempre vamos tentar
Das brincadeiras inocentes
Ao sorriso culpado
Recheado com meu sonho
E seu também
Nossas estrelas no céu
Se expandem feito borboleta
Que acabara de sair do casulo…
Escuro ou acidentalmente escurecido
E ela só queria correr,sorrir sem precisar temer
Andar sem precisar parar,
Amar sem  precisar deixar de observar as estrelas,
Que por mais distantes que parecessem
Era o que a mantinha com os pés no chão
7 de abril de 2012

Desejo de longo tempo

Pele molhada, morena
Menina dos olhos lindos
Tão sorridente e serena
Quero ficar contigo todos os domingos

Para saber mais
Sobre você, o que oculta
Me encanta novamente, demais
Sem má pretensão e nem culpa

Peço sua mão, dê-me um sorriso
Não, não te levarei ao paraíso
Pelo menos seremos felizes

Pense eu, debaixo de fracas luzes
O seriamos de nos
Se uma hora já pudéssemos ficar a sós

Beijo sua boca doce
Me envenena com o gosto de você
Sorrio também
Agora já me sinto tão bem

Me permitira o proibido
O desejo que não partiu da libido
Mas é como na infância
É simples inocência

Pensamento de asas pequenas e pés no chão

— Olá, você sempre estivera por aqui?
Sussurrando me diz — Você que nunca havia me percebido. Fico feliz por você ter me visto.

Ele deu um longo sorriso, pegou um adorno e colocou nela para que fosse sempre lembrado. Mas lembrado como um significado e não como um presente:
— Olhe, nada neste mundo existe ou acontece apenas por acontecer. Tudo tem o seu momento. Este momento é para colocar isso próximo ao seu peito, para saber que foi de coração e é justamente este símbolo para que você saiba que isto significa renovação, uma nova alma que nasceu. Se fossemos de povos antigos, de noite poderia significar um medo e de dia um novo espírito em nossas vidas.

Sorrio de volta. Imagino isso acontecendo de verdade e acordo do meu sonho. Apenas parte dele foi real até agora.

Só sei que é um sorriso que me contagiou de uma forma que só teria sentido uma vez antes nesta vida. Tomara que esteja nascendo um momento importante novamente. Assim espero, espero a minha vez mas corro atrás em paz neste momento. Tudo pode mudar – Pra melhor.

Renascimento

Me renovo,
Nasci de novo
Seja lá quem esteja
Me defini como um daqueles que se deseja

Passei por momentos
Terríveis tormentos
Agora quero ser alguém
Cansei de ser ninguém

Estou sorrindo mais uma vez
Quero voltar a ser feliz
Meu plano, minha meta agora

Já não adianta o que se foi outra hora
Como uma Fênix que renasceu
Renasci pelo eu que sempre foi só meu

Dia 11, Setembro.

O tempo passou. Meu relógio não está mais parado.

Encontrei a esperança sorrindo pra mim na porta do meu quarto. Ela estava ali todo esse tempo e não tinha a visto até então, sempre ignorei ou nem mesmo sei o que se passava por mim, só sei que as coisas agora mudaram e eu estou me sentindo livre, estou me sentindo bem a cada instante e a cada momento, por mais que o passado recente ainda venha me visitar às vezes.

Me perguntaram sobre eu estar substituindo alguém em minha vida e a minha resposta foi curta e sincera: Não. Não vou substituir ninguém, sempre quero construir algo novo, algo bom e algo único com as pessoas que estiverem à minha volta e assim será. Mas também não quero deixar de ter momentos de prazer, de vida, de experiências por causa que isso ou aquilo antes eu fizera com outro alguém.

Passou tanto tempo que aquelas brincadeiras e aqueles sorrisos perderam a graça. Eu sei que fui substituído, foi uma seleção natural à partir dos fatos que vieram a acontecer. Meu coração vai se renovar. Um lugar vai ficar com a luz apagada e acumulando poeira. Sei que posso trancar aquela porta agora e jogar a chave em um canto qualquer pois sei que não mais voltará o que era antes até poder voltar ao lugar onde estivera.

Bom, o tempo passou. Agora meu desejo é sorrir de novo, mudar de novo, ouvir músicas que não tenham mais nada de ruim dentro delas, apenas felicidade e alegria. Que não tenha mais nenhum vestígio de rancor mas que tenha as boas lembranças registradas e que estas nunca sejam apagadas, por mais que eu agora, neste momento não queira mais recordar o seu jeito, apenas para não me derramar em lágrimas mais uma vez.

Anda logo, voltei pra onde eu vim e vou fazer um novo final, agora mais experiente e com um grande sorriso no meu rosto. Quebrarei barreiras e por mais que  fique feliz nem que seja apenas sozinho, quero ser feliz e quem estiver ao meu lado quero que esteja também.

Se alguma hora o que chamei de felicidade por muito tempo voltar e eu não estiver, mande procurar a chave que joguei ali no chão, abrir e reformar; renascer o que fora antes e depois, se não for mais tão tarde demais, voltar. Mas mesmo assim sabendo que tudo mudou, está diferente e, pra mim, não mais serei o mesmo de antes pois o medo me levou para o hospital diversas vezes e agora já sei lidar para não ter ele me derrubando mais uma vez, nesta situação.

Dia 10, Setembro.

A força do pensamento é enorme e nossos pressentimentos, às vezes são apenas avisos do que pode realmente vir a acontecer. Em muitos momentos havia desejado que os bons pensamentos tomassem conta daquela pessoa e que ela pudesse abrir os olhos antes que fossem tarde demais. Hoje se passam três dias desde que tivera coragem para os últimos pensamentos e nestes dias houveram mudanças de comportamento. Ao acordar, pego meu celular e vejo as notificações que nele haviam chegado durante aquela noite e dentre tantas, havia uma notificação dela. Apesar de um mero “bom dia”, já percebi que haviam tido mudanças naquele comportamento que talvez outrora era de vergonha ou ódio ou alguma coisa que não percebera antes. Respondi-a igualmente e nas mensagens seguintes que trocamos percebi uma tentativa de reaproximação, como se quisesse falar um pedido de desculpas menos formalmente. Infelizmente meu coração já está novamente endurecido pois as chamas que outrora o aqueciam já não estavam mais ali o alimentando, virou pedra, uma rocha que deverá ser recomposta aos poucos novamente mas agora não será mais tão fácil. O medo de tudo acontecer de novo me domina mas ao mesmo tempo fico confortável sabendo que pessoas que estavam ali ao meu lado a bastante tempo, ainda estão de pé e de mãos estendidas. Fico com medo de perde-las também, obviamente, mas a ultima vez me deixou algumas marcas e como toda marca, a primeira vez sempre é a pior e depois vamos nós acostumando vagarosamente com a situação e já não machuca mais tanto. Penso comigo mesmo, falando baixo quase sussurrando no quarto escuro — Porque tenho tanto medo da partida de algumas pessoas sabendo que este é o pensamento mais certo que teremos. Se não fosse agora, seria outrora, não somos tão eternos quanto pensamos. Perdemos o contato, perdemos os olhares, perdemos a memória… felizmente não perdemos a lembrança, lembrança de dias que foram os dias melhores pra sempre e agora estão em nossos corações. — Hora de abrir um sorriso, não colocar mais tanta esperança onde talvez não exista mas esperar que aos poucos vamos redistribuindo para os lugares certos. Confesso que andei experimentando novos abraços e observando novos sorrisos e olhares. Eles me encantam tanto quanto aqueles que eu estaria acostumado mas não quero jogar fora o que há de bom — inocência — mas às vezes queria arriscar mais vezes com outras pessoas à minha volta aquilo que eu acharia que só pudera fazer com uma única pessoa mas estivera errado o tempo todo. Sozinho sou nada, em dupla também não. Este mundo não é tão fácil quanto esperamos que fosse e é difícil conseguir um sorriso. Sejam esses os bem-aventurados que aqui vivem. Seguirei o meu caminho e espero o melhor praquilo que outrora foi o que chamei de felicidade e continuo em busca de saber quem eu sou. Serei tolo, serei faminto. Não pretendo deixar de ser.