Minha mania de criar lágrimas do choro de um violino

A melodia, tanto falo dela, tanto explico e tanto observo estas partituras. A cada sol, re e mi em compassos quaternários no meio das fusas e pausas, uma lágrima escorre dos olhos, vagarosamente e sem querer. Talvez não seja em alegro a minha peça, apenas seja uma qualquer jogada mais um canção em re menor de um filme francês em dia de chuva.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *