Love

“Love”, “love”, “love”, e mais “love” nas musicas: na letra, no título, na melodia. Será que isso seria um recado para que eu deixasse meu coração de pedra de lado e me deixasse levar e descobrir onde posso chegar?

Não sei, ainda tenho um medo desse tanto de “love”. Apenas não queria queria que o “love” se transformasse mais uma vez em “sadness”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *